sábado, 17 de junho de 2017

Quocientes de Inteligência Emocional (QIE): Comparativos

Comportamento: Quociente de Inteligência Emocional.
A pesquisa principal, realizada pela Universidade de Michigan, com 15.000 participantes de três Gerações (avós, filhos e netos), durante 22 anos, foi publicada na revista Psicological Science. Detalhes complementares foram extraídos de trabalhos correlatos, indicadas na bibliografia abaixo.
O quadro a seguir destaca, comparativamente, os extremos: mais inteligentes versus menos Inteligentes, ressalvando que a maioria da população está distribuída nos intervalos intermediários da escala de resultados.
Organização
Inteligentes
QI Baixo
Ø São mais bagunçados e aparentemente desorganizados. Não por preguiça, mas porque dão menos importância a aspectos de natureza meramente estética, priorizando a ordem prática e de menor gasto de energia e, também, porque têm melhor capacidade de compreender as aparentes desordens, sem perder tempo em simples arrumações.
Ø Priorizam a estética do ambiente, em detrimento da praticidade, que geralmente é mais complexa e exige mais raciocínio.
Ø Necessitam ter tudo visualmente arrumadinho, para não perder o controle da ordem das coisas.
Ø Não conseguem dimensionar a perda de tempo e energia em arrumações e desarrumações.

Amizades e Relacionamentos afetivos
Inteligentes
QI Baixo
Ø São mais desconfiados e levam mais tempo para consolidar uma nova amizade ou um relacionamento afetivo, pois seus cérebros mais hábeis fazem avaliações complexas do comportamento do outro e prognósticos futuros, antes de formatar o conceito sobre o mesmo. Por isso as amizades e os relacionamentos são mais duradouros.
Ø Formam conceitos precipitados sobre os novos conhecidos, sem consistência ou avaliação prévia. Por isso as amizades e relacionamentos tendem a ser mais frágeis e mais voláteis.

Administração de Conflitos e Tolerância
Inteligentes
QI Baixo
Ø Têm mais autocontrole.
Ø Mantêm-se mais calmos diante de frustrações e adversidades e demoram mais a se irritar.
Ø Mas quando se irritam, xingam mais.
Ø Quando se decepcionam com alguém, costumam cortar definitivamente a relação, às vezes para sempre.
Ø São mais destemidos diante de embates teóricos ou discussões.
Ø Discutem e argumentam falando diretamente para o seu interlocutor, sem rodeios e sem intermediários.
Ø Se irritam e se frustram com mais facilidade.
Ø Discutem e batem mais facilmente e por coisas de menor importância.
Ø Quando brigam, voltam a ficar de bem tão mais rapidamente quanto menor o QI.
Ø Nos debates, usam subterfúgios, disfarçam, mentem, dissimula e omitem a verdadeira posição.
Ø Nas discussões, costumam aliciar e envolver terceiros, preferindo se dirigir a estes para, indiretamente, xingar e combater o verdadeiro adversário, na tentativa de angariar aliados.

Inter Relacionamento e Socialização
Inteligentes
QI Baixo
Ø Buscam empatia.
Ø Tendem a interpretar e avaliar os sentimentos dos outros.
Ø Valorizam a experiência e habilidades do outro, reconhecem e elogiam.
Ø Reavaliam e mudam suas próprias opiniões com facilidade.
Ø Entendem melhor os desníveis intelectuais e cognitivos entre pessoas.
Ø Não ligam se discordam deles e não forçam a isso.
Ø Tendem a expor os próprios sentimentos de forma aberta e franca.
Ø Sempre assumem a autoria das próprias falas.
Ø Ouvem mais do que falam.
Ø Sentem antipatia mais facilmente e reagem de maneira adversa diante de outros.
Ø Priorizam o seu próprio sentimento e tentam mantê-lo em evidência, menosprezando ou ignorando o sentimento dos outros.
Ø Não mudam de opinião facilmente.
Ø Criticam ou não reconhecem as experiências dos outros, às vezes, contrapondo sua experiência semelhante, para suplantar e se mostrar superior.
Ø Tentam forçar os outros a concordarem com eles e tendem a desqualificar quem não concorda.
Ø Não conseguem perceber quando o outro tem mais conhecimento ou é mais inteligente que ele.
Ø Têm medo de dizer a verdade.
Ø Atribuem a autoria do que dizem a um terceiro.
Ø Falam mais do que ouvem.

Auto Julgamento
Inteligentes
QI Baixo
Ø  Admitem seus erros, arcam com as responsabilidades e consequências.
Ø  Veem seus erros como oportunidades de aprendizado.
Ø  Se sentem bem ao receber ensinamentos.
Ø  Quase nunca se arrependem do que fazem
Ø  São menos religiosos e menos suscetíveis às lendas, mitos e fanatismo.
Ø Negam ou justificam seus erros e atribuem as causas ou culpa a fatores externos ou a terceiros.
Ø Costumam recusar ou rebaterem novos ensinamentos.
Ø São mais religiosos e mais vulneráveis a lendas, mitos e fanatismos.

Auto Avaliação e Competitividade
Inteligentes
QI Baixo
Ø Não acham que são superiores a outros.
Ø Reconhecem os valores de outros.
Ø Não observam e mal se importam com aspectos pessoais, como beleza e situação financeira dos outros.
Ø Estão sempre dispostos e têm prazer em ajudar.
Ø Nunca esperam retribuição ou retorno por uma boa ação e preferem não divulgá-la.
Ø Se alegram e celebram o sucesso dos outros.
Ø  Acreditam que os outros os acham inteligentes.
Ø  Creem que sabem mais que outros e que são melhores.
Ø  Vangloriam-se de supostos valores, tais como sinceridade, solidariedade e coragem, que geralmente não possuem.
Ø  Prometem muito, mas raramente cumprem.
Ø  Buscam destacar defeitos e fragilidades de outros, comparando com supostas vantagens que julgam possuir.
Ø  Classificam e qualificam os outros segundo aspectos de raça, opção sexual, beleza ou feiúra e condição financeira.
Ø  Tendem a desprezar os mais pobres e mais feios e a bajular ricos e bonitos ou os que lhes possam ser úteis.
Ø  Se sentem ofendidas ao serem conclamados a ajudar outros, desqualificando o necessitado para justificar sua recusa.
Ø  Tendem a esperar alguma vantagem moral ou material, quando se dispõem a ajudar.
Ø  Fingem ignorar ou criticam o sucesso dos outros, muitas vezes comparando com um caso seu ou de seu amigo próximo, que foi "melhor".
Ø  Irritam-se quando alguém próxima obtém uma conquista importante (“por que ele e não eu?”).

Regime de Sono
Inteligentes
QI Baixo
Ø Vão pra cama mais tarde e dormem menos – entre 5 e 7 horas por noite.
Ø Usam a função "soneca" ao acordarem. Sempre conseguem dar mais uma cochilada antes de se levantar.
Ø Dormem entre 7 e 10 horas por noite.
Ø Acordam e pulam da cama.

Atividades Físicas
Inteligentes
QI Baixo
Ø São aparentemente mais preguiçosos em relação a atividades comuns, pois preferem usar tempo ocioso para exercitar abstrações intelectuais, fazer planos e desenvolver ideias.
Ø Sem interesse e sem habilidades para abstrações intelectuais, necessitam se movimentar para não ficarem de entediados.

* Marcio Almeida é Engenheiro Mecânico e Engenheiro Industrial, Administrador de Empresas, Mestre em Gestão Governamental e Ciência Política, Especialista em Direito Administrativo Disciplinar, pesquisador autodidata em História da Música, História Natural e Sociologia, Nutrologia e Nutrição Esportiva. É Meio-Maratonista, ex Diretor de Auditoria Legislativa e ex Presidente de Processos Disciplinares na Administração Federal Brasileira, MM

Fontes de Pesquisa (Bibliografia de referência)

Nenhum comentário: