quarta-feira, 21 de março de 2007

Novela do Cotidiano (Cap. 1)


Este é o enigmático e filosófico diálogo ocorrido entre as super amigas Udália Nucrécia e Atanásia Gerardinha. Sigam a história...
Em breve teremos novos capítulos.
(Autoria: Márcio Roberto de Almeida)

A novela é extraída da transcrição de um diálogo real. Por mais absurdo que possa parecer, a Udália Nucrécia e a Atanásia Gerardinha são irmãs do Amadeu Vitorino e cunhadas da Aparícia Lúcia.
Ao longo da conversa, o requinte de crueldade e o grau de hipocrisia são tamanhos que fazem o diálogo parecer uma comédia irônica. Mas, na verdade, as personagens se auto impõem essa fantasia...
O texto será incluído num livro que será lançado em alguns meses, narrando tramas e sagas curiosíssimas.

==============================================

Nucrécia: Oi, amiga! Tudo bem? Tô precisando descansar! Tô um caco!..
Gerardinha: Não sem antes eu te contar umas coisas. Você não é de ver que eu tô recebendo milhares e milhares de e-mails daquela Aparícia Lúcia. Eu te mandei pra você ver...
Nucrécia: E você acha que eu ainda não vi, menina!... Que abuso, hein? Mas você acredita nessa zoiuda?
Gerardinha: Claro que não! Nunca acreditei nela!... Tá louca!... Onde já se viu uma mulherzinha dessas falar que é feliz?! Ela é louca, meu!
Nucrécia: Minha querida, eu duvido que ela goste.de mensagens e de outras coisas de Deus. Só nós somos abençoadas e Deus ama a gente. Aquelazinha é uma fingida à toa!... Isso sim!
Gerardinha: Você viu aí o que ela escreveu, né? Fala de Deus e de coisas de amor como se entendesse disso! Hahaha!... Coitada!
Nucrécia: Eu quase morro de antipatia dela ficar falando com outras pessoas de minha família. Metida!... Morro de ódio! Dá vontade de esganar! Acho que vou sair da nossa associação só porque não suporto aquelazinha! Ai!... Que ódio!...
Gerardinha: Se você sair, minha querida, saiba que eu também saio na hora, né!... Não fico sem você em lugar nenhum! Só obedeço a você e mais ninguém neste mundo! Saio na mesmíssima hora que você sair, querida!
Eu também não suporto ver nem fotos daquela perua. Ninguém agüenta. Aposto que as pessoas que elogiam são todas fingidas. Só nós duas somos sinceras, né!...
Nucrécia: É mesmo!...Eu não agüento. Me dá nojo ter que ver aquela Pirralha!...
Gerardinha: Vou acabar falando com ela qualquer hora dessas. Ela que continue pensando que é linda e maravilhosa pra ver o que eu vou fazer. Quer fazer o maior escândalo. Vou falar assim, ó: “Sua pirralha, vai aparecer no meio da sua família! Tem dó!...”
Nucrécia: Eu prefiro ir embora do que bater boca com aquela infeliz! Ah! Se eu pudesse esganar ela!...
Gerardinha: É... você tá certa mesmo! É verdade. Então eu vou ficar quieta. Mas, ah! Se eu pego ela....
Nucrécia: Com certeza, bater nela não dá...
Gerardinha: É!...principalmente porque o Amadeu Vitorino, aquele doido esquisito, protege ela... Mas naquele dia lá na praia o Ordilon Agoncílio me falou umas coisas horríveis do Amadeu. Disse que ele é um desonesto, que nunca fez nada na vida e que só sabe pisar em qualquer um pra ficar por cima. É!... Esse Amadeu é um safado!
Nucrécia: Pois é!... E eu não sei?!... Ele não mede conseqüência pra nada. O que mesmo que o Ordilon te falou? Conta, conta!... Contou do caso dele e da Naira Vassalina? Conta... conta!...
Gerardinha: Perai! Vou ali trocar minha filha e depois te conto!... Espere pra ver! Você nem vai acreditar!
Nucrécia: Tô muito cansada, mas não agüento de curiosidade!...
Gerardinha: Espera!.. espera!...
Nucrécia: Ai!... meu Deus, fala, menina!....
Gerardinha: Bom, então tá! Vou te contar, mas não fale nunca pra ninguém! Ele me pediu segredo absoluto e prometi que levaria tudinho para o túmulo comigo!
Nucrécia: Fala!... meu Deus, fala, querida!... Você sabe que eu també sou um túmulo...
Gerardinha: O Ordilon falou que o Amadeu é um safado e ladrão! Que tudo que ele diz é mentira! Que ele tá explorando o nosso querido Acádio Vanderley!... Faz o Acádio trabalhar pra ele e, na verdade, o salário que Amadeu recebe, quem trabalha para garantir é o Acádio. O Ordilon disse que tá uma fera com o Amadeu e que quer acabar com ele, provar pra todo mundo que ele é um folgado, safado e mentiroso...
Nucrécia: Ah!... minha filha, isso nem precisava falar, né? Todo mundo sabe que o Amadeu é um safado. Essa história de que ele se formou em dois cursos superiores por méritos próprios, sem nunca ninguém ter pago nenhuma mensalidade escolar pra ele em toda a sua vida, que além disso fez seis ou sete pós-graduações, passou em concurso público federal concorrendo com quase 800 candidatos por vaga, é tudo balela! Mentira pura! Ele é sim, um picareta.
Gerardinha: O Ordilon disse que ainda não falou nada pra não inflamar. Mas que ainda vai por tudo em pratos limpos. Espera pra ver.
Nucrécia: Eu, graças ao meu querido e bondoso Deus, não estou me manifestando. Nem falo nada com aquele infeliz, senão eu também tenho um monte de coisas pra falar e, daí vou botar a boca no trombone. Deixa ele... Ele vai ver só!
Gerardinha: Eu não falo porque não sei da história direito, senão eu falaria tudinho também! Ia acabar com a vida daquele demônio malvado...!
Nucrécia: Além disso, tem as coisas o Amadeu falou e eu não posso falar. To engasgada!...Ah! Se eu pudesse falar ia ser o maior escândalo do mundo!!...
Gerardinha: É meeeeesmo!... Fala!... Fala!.... O que é?!... É coisa que o Ordilon te contou?!... Conta!... Conta!...
Nucrécia: Só se eu fosse louca. Prefiro ficar longe de tudo. Quanto mais longe eu ficar dele melhor..
Gerardinha: AH!... Não!... Eu te contei da minha parte! Agora quero saber!.... É sobre aquelas aventuras do Ordilon com a Naira??... É?... É?...
Nucrécia: Ele falou de irmãos meus!... Coisas muuuuito pesada. Pesadas demais! Se eu falar dá morte, revolução! Seria o maior escândalo do mundo! Não posso falar nuuunca, minha querida!
Gerardinha: Mas isso é covardia!... Se for sobre o lindo amor do Ordilon com a Naira, todo mundo sabe! Só se você souber de alguma coisa mais emocionante!... É?... Conta!... Conta!...
Nucrécia: Néeeein!... Se fosse só isso, tava bom demais! Isso são coisas lindas, maravilhosas!...
Gerardinha: Né nada!.. Eu não teria coragem de falar pra ninguém. Sei lá!.. Ás vezes até falava, né!... O quê que tem, né! O mundo tá cheio de prostitutas, até na Bíblia tinha prostituta que foi perdoada....
Nucrécia: Mas o safado do Amadeu põe as coisas na Internet, né! ... Babaca!... Ignorante!!!
Gerardinha: Pois é! Ele se acha o dono da verdade, Demônio infeliz!... Acha que sabe de tudo...
Nucrécia: O que eu sei, minha querida, não posso falar nunca, senão vira briga pura. Todo mundo vai querer matar todo mundo. Vira guerra!!..
Gerardinha: Deus me livre! É tão grave assim?
Nucrécia: Magiiina, minha filha! É muito mais do que você possa sonhar! Nunca existiu nada no mundo tão grave! Mas mesmo assim o demônio do Amadeu ainda não abaixa o facho!...
Gerardinha: Pois então deve ser terrível mesmo, né, minha querida!
Nucrécia: É!....
Gerardinha: Então, vamos entragar para Deus de Israel, né!... Mas, depois você me conta, tá!..
Nucrécia: Com o tempo ele vai dar uma acordada, nem que seja na marra...Tudo que se planta aqui, tem que se colher! Ela vai ver só!...
Gerardinha: Eu falei que um dia ele vai entender as coisas, e vai! Já começou!... Vou te contar, minha filha! Na minha igreja tem um demônio amigo nosso, poderosíssimo, chamado VME, que sabe muito bem das coisas. Ele já sabe das safadezas e dos pecados terríveis que o Amadeu sempre cometeu na vida. Agora, depois do grande golpe do desvio de milhões e milhões de dólares que o Amadeu aplicou, o VME está trabalhando nos castigos que ele merece....
Nucrécia: Será?!... Que beleza! Que merecido! Mas ele é o ladrão mesmo?
Gerardinha: É, minha filha! É tudo verdade! Essa história de as coisas que ele tem são fruto de trabalho honesto é pura mentira! Todo mundo sabe que ele nunca trabalhou, que o emprego dele é de mentira e que o salário que ele conta que ganha é tudo mentira. Então, ele só pode viver de golpes...
Nucrécia: Então, é verdade! Se ele não tem esse emprego maravilhoso que tanto fala, no qual ele diz trabalhar mais de dez ou doze horas por dia, que recebe esse salário maravilhosos, então ele só pode mesmo ser um golpista. Bem que a querida Naira sempre falou isso. Até que enfim, ele terá o que merece, né, querida!
Gerardinha: Claro!... E será do jeitinho que ele merece! Será pela dor! O VME já garantiu que ele terá um inferno em vida e que vai morrer muito antes do que pensa. No começo, se não der pra colocar ele na cadeia, serve colocar os irmãos dele, ou qualquer um que for próximo dele...
Nucrécia: Tá vendo! Que beleza!... E você ainda fica dando papo pra essa metidinha dessa zoreia! Nem precisava! Ela terá o que merece antes mesmo da gente precisar fazer alguma coisa...
Gerardinha: Querida, Deus me perdoe! Mas eu vou mandar fazer tudo porque está escrito que ele tem um pacto com o cão. Está escrito lá na minha igreja, num lugar secreto, que só os mais limpos de coração têm acesso!...
Nucrécia: Deus mandará pra ele uma maneira de ele baixar o facho, do jeito que ele merece, hahahaha!....
Gerardinha: Deus não terá misericórdia dele. Ele deve morrer de inveja da gente, né! Mas vai acabar morrendo é pelo poder da força de Deus...
Nucrécia: Será que a gente tem que rezar pra ele?...
Gerardinha: Deus te ouça!... tem! Tem que rezar muito! Eu sinto uma coisa horrível em relação a ele!... Estou sentindo uma áurea negativa sobre a cabeça dele. Não sei explicar! Mas é uma ameaça terrível!...
Nucrécia: Eu também sinto! Tenho até um pouco de pena. Sei que a vida dele é muito ruim e que será pior agora!...
Gerardinha: Ah!... Azar! Quem manda ele se debater com as coisas de Deus!
Nucrécia: É!... A energia dele não é boa!... É muito ruim!... Deve ser porque sofre demais de inveja, né!...
Gerardinha: Você também percebeu isso?!... Eu percebi há muito tempo!... É verdade!...
Nucrécia: E ele se esconde atrás dessa ninfeta mal informada, e desses filhos que nem deveriam nascer...Que Deus tenha complacência!... O primeiro, eu já dei minha palavra, no dia em que soube da gravidez. Disse que era um castigo de Deus e que ia ser a desgraça de muita gente!...
Gerardinha: E a oreia-seca ainda fica exibindo a barriga e se fazendo de feliz, toda sorridente!.. Eu falei com ela que não devia fazer isso!... Ai, que ódio!... Se eu pudesse pegar ela...
Nucrécia: Então!... É o que eu digo! Ela sempre se esconde atrás dessas tais barrigas... Devia se envergonhar. Não sei o que vai ser desses infelizes que nascem sem saber de nada!...
Gerardinha: Mas eu falo mesmo! Só abro a boca quando tenho certeza e pra ela eu falei!... Ainda quero falar mais... pra que aparecer tanto, né....
Nucrécia: É como eu digo: ela acha que estando de barriga tem um motivo pra chamar a atenção... Só isso. Isso nem é mãe, coitada... Aposto que nem sabe trocar uma fralda, né!...
Gerardinha: Com certeza!.. Ela é só uma menina boba e inconseqüente que sabe viver na dependência dos outros!.. Só isso! Se ela fosse um pessoa estudiosa e trabalhadora igual nós duas, né! Nós, sim! Somos maravilhosas, trabalhadoras e nunca vivemos às custas de ninguém, né, querida!
Nucrécia: Aliás, apesar de não parecer e apesar das pessoas ainda não saberem disso, nós sempre sustentamos os nossos maridos, né! Tudo o que eles fizeram na vida foi graças a nós, não é mesmo! Eles largaram a gente foi de vergonha de viver às nossas custas...
Gerardinha: É mesmo! E essa infeliz não sabe o que é sofrer na vida. Mas vai chegar a vez dela, né! Aposto que ela nem faz faculdade nada! Deve ser mentira também...
Nucrécia: Pois é!... E as crianças , coitadas não sabem de nada. Umas infelizes no mundo! Quando entenderem, vão se arrepender por terem nascido...
Gerardinha: É mesmo!
Nucrécia: Não perdem por esperar!... Ela é perigosa... Perigosíssima!... Você nem imagina!
Gerardinha: Pois é. Mas nós duas vamos ver até onde vai a alegria fingida deles. Essa esperteza toda de enganar todo mundo não vai longe....
Nucrécia: Ela já fez o Amadeu brigar com toda a família.! Você sabia que mais ninguém da família vai na casa deles?!... Pois é, minha filha! Essa história de que as pessoas estão freqüentando a casa deles, indo nas festas deles é tudo mentira!
Gerardinha: É mesmo!... Eu sei disso! As festas são todas falsas, ninguém vai lá. Eu já cansei de falar que a casa deles é horrível, nunca vi tanta coisa mal feita. As janelas são enormes pra entrar aqueles bandos de moscas, pernilongos, percevejos!... Imagina! Que coisa horrível! As escadas são cheias de degrau a piscina cheia de água! O maior perigo. Não sei como ainda não morreu ninguém naquela casa horrível!...
Nucrécia: E, ainda assim, ele fazendo intrigas perigosas e humilhando nós, né!...
Gerardinha: Mas eu já disse pra Deus colocar o Amadeu na linha, hehehe...
Nucrécia: Deixa pra lá. A hora dele chega..
Gerardinha: Temos que orar pra Deus mostrar o caminho certo pra nós...
Nucrécia: Eu tentei conviver com ele. Mas ouvi coisas horríveis.. Eles foram na minha luxuosa casa de veraneio e não fizeram faxina, não lavaram os tapetes nem as vinte toalhas chiques que tenho. Então, eu coloquei pra fora de casa. Só por causa disso, os desgraçados não me bajularam mais, pararam de me tratar como uma pessoa caridosa e bondosa, como eu mereço!... Ah!... Agora acabou...
Gerardinha: Eu não quero conviver com eles também porque eles são fofoqueiros. Deus me livre! Que o sangue de Jesus me proteja! Detesto gente fofoqueira e linguaruda! Queima, Jesus!... Queima, Jesus!...
Nucrécia: Eu também!... Deus me livre de gente linguaruda que não tem o que fazer e fica falando dos outros!... Rezo por eles e tudo, mas quero distancia, a maior possível...
Gerardinha: Ai, meu Deus, o que será que ele falou dos nossos irmãos de tão grave? To louquinha pra saber!... Conta!... Você viu?!... Você ouviu?!... Quem te contou?!... Foi o Ordilon?!... Conta! Conta!...
Nucrécia: Nunca conto!... Mas só de saberem que ele ficou com raiva de ser tocado pra fora, ficaram com raiva dele também...
Gerardinha: Mas aquelazinha, é só uma menina boba e caprichosa! Não vamos ficar irritadas por causa dela mais, tá querida!
Nucrécia: É!... Uma insignificante....Nem tanto, porque ela é bem esperta também....e vivida.
Gerardinha: Quáquáquáquá... mas o perigoso mesmo ali é o Amadeu, infelizmente!...
Nucrécia: É mesmo!...Engana todo mundo... Mas ela também se faz de quietinha pra comer o pedaço maior...
Gerardinha: Mas ele, querida, além de tudo, é egoísta, orgulhoso!...
Nucrécia: E ela, que agüenta horrores do Amadeu, que faz gato e sapato dela... Ah! Se fosse comigo! Você sabe muito bem! Homem comigo tem que ficar no devido lugar. Homem nenhum presta! Todos são vagabundos, safados e puteiros. Éééh, minha filha! Eu tenho experiência própria! Os que já entraram na minha casa eu tratei de jeito que merecem; pus pra rua e mandei tudo pra puta que pariu...
Gerardinha: É... Mas o Amadeu quer ser mais do que todo mundo!
Nucrécia: Mas não será pra sempre!...Ah!, sim, com certeza, não perdem por esperar.
Gerardinha: Ele ainda abandonou as próprias filhas. Sorte que a mãe delas cuida e trata das infeliz, porque se dependesse dele!.... Coitadas!... Sabia de uma coisa? Essa história de que as filhas dele estudaram nos melhores colégios e faculdades particulares às custas dele é pura mentira! Elas nem devem ter estudado e nem devem ter onde morar, nem carro pra andar com impostos, gasolina, seguro e manutenção paga, nem plano de saúde, nem academia, nem cursinhos e pós-graduação, nem computador, internet, tv a cabo, viagens, passeios... É tudo mentira, minha filha! Eu sei de tudo!...
Nucrécia: É mesmo, querida!... Só podia ser! Eu já imaginava...

(aguardem o próximo capítulo: Os produtos de Limpeza e as faxinas na luxuosa casa de veraneio)
=============================================================

Nota do Autor: Quaisquer alegações de analogia com fatos e informações reais serão meras conjecturas e concidências (ou, não?!...). Entretanto, caso houverem eventuais fontes originais que respaldem fatos e informações verídicos aqui narrados, estão sob a guarda legal do autor.

Um comentário:

João Costa - Portugal disse...

Amigo Márcio,
Espero se tratar tão somente de um conto fictício, pois se os fundamentos forem reais como dizes, tamanho acinte seria criminoso, não!...
Meu abraço e felicidades.